Recolhas…

É já amanhã que começam as recolhas do pólen de Cardo Asnil e Tágueda.

Talvez amanhã ainda me reste coragem para colocar meias alças em 2 apiários e assim testar se é viável produzir algum mel de frutas (uvas e figos), hera e tágueda. Vou levar apenas umas 20 meias alças…mas se produzir, então fico a saber que todos os anos é para colocar.

O fluxo ainda é reduzido, e só dentro de uns 10 dias dará colheita apreciável. Mas mesmo assim axo que já compensa recolher meia dúzia de kgs cada dia.

Portanto é hora de mais trabalho!!

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários

Resumo de um dia de trabalho…

Fotografia0589

Depois,

Fotografia0592

Para não enjoar fui-m aos picos!

Fotografia0593

E há pouco estava nisto…já estando 15L delas entre doce e arca. Faltam pois mais cerca de 2 garrafões prá reserva garantir que chega até ao próximo verão.

Fotografia0594

Eis os trabalhos de fim de Agosto. Amanhã há mais…e na 6a novamente! Sábado idem, Domingo lá vou!!!

Assim se fica com #Bronze# D’Apicultor.  ;)

Quem não trabuca…não manduca  :)

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Já se nota!

As temperaturas baixaram, houve 2 dias de nevoeiro e até um pequeno salpico que molhou as folhas e permitiu que as plantas absorvessem àgua pelas folhas e caules. As colmeias aproveitam pois o cardo Asnil e a Tágueda já borbulha. Na maioria das colmeias entra pois uma vintena de cargas de pólen por minuto, já há aumento na cria aberta, e o estado geral das colmeias e muito muito bom.

Os bandos de abelharucos e andorinhas não têm passado por aqui com a intensidade de outros anos, e apenas se nota o aumento da população de andorinhas residentes que tem aumentado bastante nestes 2 últimos anos, o que embora me custe raínhas e abelhas é um excelente sinal para o ecossistema. Seja pela comida que lhes forneço, seja por os magrebinos as apanharem menos devido aos problemas da Primavera Àrabe.

Dentro de 2 dias a azáfama dos Capta Pólen está pois de regresso, e vou colocá-los cerca de 1a semana antes do previsto, pois as reservas são no geral boas e quero criar alguma carência de pão de abelha, bem como desbloquear os ninhos e aumentar a azáfama das abelhas.

Quanto aos produtos da colmeia, o mel dos frasquinhos parece que este ano se vai num instantinho, o veneno já seguiu e embora seja de bom volume a realidade é que pesa muito pouco e apenas vale a pena retirar nas idas ao apiário com outros propósitos, o própolis segue dentro de dias, e os tambores de mel assim que chegue a acordo de preço. Neste último produto é impressionante o impacte que o mel Chino que entra via Ucrania está a ter…com a Producção Portuguesa a sofrer. Triste que num ano que Trás-os-Montes e a Beira Interior produziram tão mas tão pouco, e que os preços continuem quase em mexidas. Bem sei que o Governo prefere olhar para fogos em reacção, para a economia…mas nós apicultura somos parte dessa economia e podemos ajudar a puxar o barco…se também formos um pouco defendidos com as necessárias alterações à lei da rotulagem.

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Pensamentos de Lua Cheia!

Ontem 18 de Agosto pensei logo pela manhã!,

Que rico dia para não fazer nada e estar dedicado à família a ao comando da TV!!

Pois,

Lá pensar pensei…mas!

Logo de manhã começei a alinhavar a venda do excelente mel deste ano…depois entrega da apitoxina. Após o almoço houve um pedido de frascos cheios de oiro e lá fui…tendo entregue esses, e outros que pelo caminho me foram pedindo emigrantes e pessoas conhecidas e já que passava à porta de uma das quintas onde tenho abelhas, logo houve que aproveitar para deixar lá alguns também.

Chegado a casa, banho à filha…e logo um telefonema para ir buscar um enxame que estava pendurado num alpercegueiro e lá fui eu! Quando lá cheguei já tinha dali voado. Mas no retorno a casa, com tudo escuro ao redor.

Assim foi passado um dia sem fazer nada!! … eram 22:30 quando consegui segurar o comando da TV.

P.S. – Más notícias do Brasil, onde parece que a Aethina Thúmita se espalha a grande velocidade pois segundo uma notícia já não disponível o besouro já está num raio que nao possibilita total eliminação. Suponho que nos próximos 3 a 4 anos será pois um enormíssimo revés para a Indústria Apícola Brasileira e para os pequenos apicultores.

http://www.epagri.sc.gov.br/wp-content/uploads/2013/10/Pequeno_besouro.pdf

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Atividades Apícolas

Venho divulgar o evento apícola promovido pela SAP e que ocorrerá já em Setembro. Vemo-nos por lá!!

cartaz_mel 2016.indd

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Encantado com elas!!

Hoje armei 2as criadeiras, pois há zangão a nascer (não é normal) e há zangão em ovos recém postos. Não sendo uma imensidão deles…são Qb!

Encantado ao ver as colmeias com 4 a 5Q bem compostos de cria, boas reservas de pão de abelha e de mel. Há pólen a entrar desde as 8 até às 11h…e a perspectiva é de melhoria com o abaixamento da temperatura.

A tágueda já borbulha aqui e acolá, e só faltava mesmo um aguaceiro largar um par de mm de chuva ou haverem 2 dias de forte nevoeiro matinal.

É pois tempo de esperança, com os abelharucos a passarem pouco na sua viagem para sul (até agora) e sendo a população de andorinhas a grande comedora de abelhas nesse momento. Não sei se é só ideia minha, mas com o aumento das colmeias que promovi nestes anos o que noto é uma grande recuperação no número de andorinhas que até por volta do ano 2000 pareciam ser cada vez menos, e hoje em dia voltei a ver amontoados de ninhos como quando era criança. Comem algumas raínhas…mas não me ralo muito com isso!! Há que chegue pra todos…

Amanhã lá irei recolher um Mega enxame alojado num amontoado de lenha…um trabalhinho deprimente, mas que por respeito à sociedade me cabe fazer, embora hoje em dia nada tenha de rentável, é sem dúvida um sinal de que continuo a respeitar a origem das coisas.

P.S. – Tenho para venda 18 toneladas (60 tambores) de mel multifloral e de rosmaninho. Se houverem interessados contactem-me.

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Armazém no verão!

https://www.facebook.com/groups/osamigosdasabelhas/1091717717531511/?notif_t=like&notif_id=1471023602426154

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Alterações Climatéricas em Portugal

Mesmo assim é com muita felicidade que vivemos neste cantinho, pois quanto mais próximo dos pólos mais se farão sentir as alterações do clima.

Mas as tnedências podem e devem ser analizadas para depois de estarem identificadas poderem ser combatidas.

Ora vejam,

diasSemChuva

Este efeito de escada cujas retas médias assinalo marcam uma tendência ascendente do número de dias sem chuva, ou seja, desde 1960 até agora temos práticamente e em média 20 dias a menos de precipitação por ano.

Precip

Mas ao observarmos o gáfico da precipitação total anual para a mesma cidade (Lisboa) observamos que cada vês é mais frequente ultrapassarmos os 1000 mm de precipitação em anos de fenómeno extremo. Ou seja, menos dias de chuva mas mais chuva total. Chamo-lhe fenómeno monção, que é a concentração de muita chuva em poucos meses, e portanto um clima muito mais severo como um jogo de Tudo ou Nada

Onda Calor

Se observarmos o fenómeno de “onda de calor”, vemos que o número de dias em onda de calor práticamente triplica apartir da década de 90, passando de 2 dias em média para cerca de 8 dias de média, sendo que desde 2008 até agora a média já vao acima dos 10 dias, 4x mais.

Por fim, deixo-vos um gráfico da temp. mínima, o qual explica que a tendência de aceleração está longe de ser linear, mas sim mais próxima de ser exponencial…e como temos apenas 1 planeta…é certamente tempo de exigir mudanças.

tempMin

Cerca de 1,5ºC de aumento médio da temperatura mínima (média)

Quis fazer este pequeno trabalho para que todos entendam que as coisas estão a mudar muito mais rápidamente do que nos dizem e do que seria suposto, e que isto levantará toda uma série de novos desafios também à apicultura. Ou seja, as abelhas passarão por maiores períodos de carência quer devido a muita precipitação concentrada em pequenos períodos, quer por um verão que tenderá a ser mais longo e quente, com o periódo de carência no estio da seca a ser maior e com o período de expansão primaverial a ser encurtado.

Cada vez mais se exigirá mais das abelhas em menos tempo, pois o período de armazenamento será mais curto.

A este factor junta-se o decréscimo de qualidade da proteína de algumas plantas devido às alterações do CO2 e outros gases na atmosfera.

 

 

Publicado em Uncategorized | 8 Comentários

A esperar que nasçam…

Com esta caloraça que faz, tenho ido de madrugada encher os garrafões de alimento aos apiários, tendo já lá deixado cerca de 150Lt

Vou de calção e T-shirt e flip flop pois as abelhas já sabem que lhes vou dar comida e passados 5 min é uma doideira em torno do garrafão.

Entra pólen de chicória, repassagem, trovisco e cardo abelha. Aqui e ali algum de minho e Ligustrum.

Agora é esperar que esta cria fruto da estimulação nasça, mantendo as colmeias cheias de abelhas e sobretudo tendo bastantes campeiras na explosão de tágueda que não tardará a chegar. Falta pois cerca de 3 semanas para o que se espera ser o fim desta torradeira com poucas flores e o início da chegada do ouro de outono.

Até lá so irei alimentar as de Sul e espreitar as da vizinhança como sempre faço.

Tempo de terminar de derreter ceras, arrumos de armazém e assim que as temperaturas descam um pedaço ir passar mais mini-núcleos à caixa definitiva.

Talvez haja tempo de um babho de Mar!!

Publicado em Uncategorized | 6 Comentários

A torrar…

Bolas que hoje com 38ºC é uma torradeira!

Amanhã prevê-se nova dose de calor.

É tempo de ir deixar mais uns garrafões às meninas e começar a arrancar as tiras do tratamento pela mesma ordem que foram colocadas. Mas com este calor é impossível trabalhar mais do que um par de horas a cada madrugada. Pois quando passa os 35ºC nem abrir a colmeia é bom quer para elas quer para nós, e qualquer cheiro a mel incentiva pilhagem.

Portanto é hora de prudência.

Na primeira espreitadela a alguma cria de zangão não vi nem uma varroa, algo que gostei. Mas só com o teste de amostragem de abelhas é que terei certezas.

Outra coisa curiosa é que desde que o SEPNA me mandou retirar as caixas do jardim, são já 2 enxames que se alojam na vila. Esta semana vou recolher um deles ao corpo de Escutas.

No armazém hoje ligaram-me a avisar de que deve ter chegado um enxame…amanhã de manhã a ver se se confirma e se tal for verdade é o primeiro de” Agosto” Há ainda um enorme enxame de 9 favos que me pediram para recolher numa casa de lenha noutra aldeia próxima. A ver se tenho paciência para o ir buscar, pois apesar de ser enorme eu já só faço estes trabalhos por atenção à comunidade, pois o tempo e suor envolvido não paga o eventual benefício.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário