Redução!

O fluxo de néctar terminou vai para mais de uma semana.

Os apiários de núcleos estão em modo Super Star graças a um trabalho quase diário de preparação e fortíssima estimulação para que atinjam a massa crítica ideal para Invernar (3Q forrados a cria selada ao primeiro frio) e pelo menos 2Q forrados a pólen coberto por xarope.

Assim, hoje e amanhã em um dos apiários e ontem e amanhã no outro, é dia de “Bar Aberto”…paga o chefe!!. Têm 2 dias em que podem comer como no Tromba Rija…tudo o que consigam levar para casa é seu.

Há ainda que começar a reduzir a carga de abelhas, distribuindo algumas dezenas de núcleos por outros locais. Assim, arranca-se ainda de noite para reduzir a carga de abelhas e permitir que a escassez de pólen afete o menos possível os núcleos.

Mas o trabalho não termina aqui…e assim que o frio bata com força, antes de os enxames se fecharem em bolo Invernal com as muitas jovens abelhas nascidas na 1a metade de Novembro…Pasta pra cima! Este ano será à bruta mesmo, pois em Fev/Março há 60ha de colza a chamarem por elas.

Mas se o tempo deixar…ainda terão mais 1 presente, em forma de pólen.

P.S. – Os dias têm estado de tal forma bons e sem vento que há raínhas a fecundarem com apenas 72h de nascidas. É o rugido do Outono…e o adivinhar da chegada do 1º frio. O presságio dos tordos não falha!!

P.S.2 – Ainda não foi este Domingo que vim da Serra sem nada ao cinto…prometi ao meu pai um Torcaz, e cumpri, só não foram mais porque um outro foi mais esperto que eu, outro desceu a Serra com as asas em V e nao vi onde caíu…e mais alguns a que não atirei pois iriam certamente caír chumbados devido ao nº7 não ser o mais indicado.

Falta mais 1 pato 1 coelho e 2 perdigões…e daí em diante só atiro a galinholas e aos sarapintados. Frigorífico de caçador degustador só pede a caça que come!

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Passagem de Ano à Apicultor!

20/10 de 2018…e entramos oficialmente na campanha de 2019!

Assim é com o primeiro Eucalipto em flôr.

Daqui em diante é 2019…venha lá quem vier, na tou maluco!! Dizem as flores que só haverá estio se chover. Já houve anos em que ocorreu em Dezembro, outros em que ainda foi mais cedo. Mas de kk forma, há apetites…

A isto se chama “TimeTravel”…if you wish to travel to the future; Just buy a beehive!

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Fecundação, dissertação de um Produtor!

Em pleno séc XXI, as técnicas de producção de abelhas raínha em grande número são porventura uma das mais essenciais ferramentas que nós apicultores possuimos.

No entanto, muitos de nós, muitas vezes influenciados por opiniões que são aparentemente conhecedoras, parecemos esquecer que há coisas que não podem nem devem ser forçadas.

Digo isto, com a certeza de que qualquer raínha de inferior casta mas bem fecundada é muitíssimo melhor do que uma raínha de casta apurada com má fecundação.

Assim, este pequeno texto sirva para elucidar jovens e menos jovens apicultores acerca de coisas que muitas vezes não são relatadas com a necessária clareza.

1- Zangão – No processo de fecundação, o zangão de qualidade é essencial para a correcta fecundação das nossas raínhas. Assim, é de extrema importância a sua selecção e aparelhamento correto e na quantidade suficiente.

Assim, e para que a nossa escolha dos papás descenda apenas e só das melhores colmeias que possuímos, é necessário que (fora da zona costeira) as nossas realeiras sejam construídas quando apenas os primeiros 30% de melhores colmeias tenham as primeiras manchas de zangão selado.

É minha forte opinião de que este critério é de extraordinária importância para a obtenção de uma próxima geração competente!

2 – Temperatura – Diz muita literatura que com temperaturas inferiores a 18ºC a fecundação das nossas raínhas é de certa maneira encurtada. Mas prefiro não me focar nisto!, pois de um modo geral elas sabem quando saír e muitas vezes esperam que temporais amainemantes de voarem com os zangãos.

Foco-me sim nos transportes, que muitas vezes são sujeitos a picos de temperatura com carros parados ao sol. Isto leva muitas vezes a que a qualidade do esperma armazenado pelas raínhas seja grandemente diminuido.

3 – Pseudo Selecção – Talvez seja hoje em dia o pior dos cenários, ter uma tonelada de produtores de raínhas de baixo custo, feitas por calendário, faça chuva ou faça sol, faça vento ou tempestade, em micro-núcleos e sem tempo de que estas provem o seu mérito. Pessoalmente apenas compro hoje em dia umas 2 ou 3 raínhas anuais, sendo tudo o restante material já da minha exploração.

Equaciono sem reservas a compra de um lote de raínhas de producção se me faltar o tempo para algo (mas é raro…muito raro). E perco largas dezenas de horas a avaliar anualmente.

Considero que todo o apicultor com mais de 100 colmeias tem seguramente um par de raínhas que valerão a pena propagar.

——————————————-

Esta selecção própria traz grandes vantagens, embora seja claríssimo para mim que o ponto de partida importa muitíssimo nos resultados imediatos.

Mas sobretudo importa que o apicultor seja suficientemente clarividente para perceber que todo o cuidado trabalho tem um preço, mas que muito mais importante está no ponto 1. Pois quase sempre acontece serem as melhores raínhas e que passaram os estios com distinção as primeiras a chegarem à condição de doadoras de papás.

Só com estes cuidados, geração após geração…as coisas tomarão o seu caminho!

P.S. – Não falei nem falo sobre Autóctones/Não Autóctones, por considerar a sua inexistência nos dias de hoje. Na minha opinião, toda e qualquer abelha que aporte caractéres produtivos é bem vinda, pois esses genes são sempre recuperáveis em gerações futuras…assim nós o queiramos!!

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Trabalho continua!

Faltam apenas cerca de 120 litros de Xarope para terminar a alimentação estimulante de Outono.

O trabalho tem agora de ser feito antes das abelhas voarem ou ao crepúsculo da noite. É que de amanhã em diante as raínhas novas podem saír para fecundar quando bem lhes apeteça, e basta um carro parado no meio do apiário ou a agitação de colónias vizinhas para que algo corra mal.

As últimas gotas de mel dos micro-lotes que não valem a pena ir a melaria pela reduzida dimensão escorrem agora. Neste caso com um travo ligeiro já de urze de Outono. Uma maravilha!

20181018_080909

No campo já se vêm os primeiros tordos, sinal de que está para breve a descida acentuada da temperatura nouturna.

E eu estalando para que chegue o 1º de Novembro afim de poder apanhar 3 ou 4 para a frigideira e outros tantos para grelhar com 2as pedrinhas de sal.

Ontem ocorreu a melhor caçada do ano! Apenas caçei um pombo…mas andei 2h atrás de 2as perdizes Macgyver do bando das 3 buracas. Duas vezes desci e subi a Serra atrás delas…4 saltos e nem chance de lhes atirar. Não fui eu que as cansei…foram elas que deram cabo de mim. Mas cheguei a casa satizfeitinho. Que belas perdizes tem a Serra!

Publicado em Uncategorized | 6 Comentários

Matrigangas!!

Num dos apiários de fecundação a vida prossegue.

Não tardará muito o Inverno, tal como não tardará a chegar a pasta.

Mas para já, haverão mais 2as semanas com condições para se puxarem ceras e acumular reservas. Mas também o Trigo Sarraceno deve chegar à floração em boa hora! Assim não entre muita geada…e parecem reunidas as condições para que aqueles 2500m2 de flores mantenham um fio de pólen a entrar, enquanto não começa a nespreira e eucalipto.

Ficam os vídeos de algum do trabalho diário…para que os núcleos cheguem em condição aos clientes e ao Inverno.

 

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Toca a rufar!

Vamos já bem dentro do 3º tambor de pólen. E há secagem garantida para mais um par de meses!

Amanhã é dia de passar núcleos reversíveis a colmeia e continuar a dar-lhes espaço.

Abençoado Outono!

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Disponibilidade de Mel!

Por estes dias terminam as micro-crestas.

Tenho assim, alguns pequenos lotes disponíveis, os quais são pequenos demais para o meu enfrascamento ou que são mais do que necessito.

Se alguém precisar…diga!!

1 – 45litros de mel multifloral Bio da Serra D’Aire (mel âmbar mais para o escuro = orégão + meladas de verão)

2 – 45litros de meladas e murta da zona de alcochete

3 – 915 kg de multifloral âmbar do ribatejo sudeste

Contacto tedigoto@sapo.pt ou 914739385

Tanto vendo a granel, como já enfrascado em melaria licenciada no frasco da preferência do comprador.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Vai Vai…que ainda dá!!

É isto…

20181013_141840

Já dizia o ditado que quadros vazios são muito piores que quadros mal cheios!

Assim, hoje levava comigo alimento e do meio do nada…num Alcochete poeirento e seco, todas as que se safaram ao calorão estavam a melar e a precisar de ninhos desbloqueados.

Mel de nenúfares? de melada de afídeos?…amanhã extrai-se e prova-se!!

Ano estranho estranho…mela quando não é suposto, não mela quando é provável. E finalmente abelhas em modo Bala na entrada da urze de Inverno!!  Será desta?

Se for…é cresta de Agosto a Março!!

Muitos lotes diferentes, muitos lotes pequenos como o de hoje, muitos sabores diversos.

E gota a gota se enchem tambores.

A campanha 2018 já terminou há dias, mas o momentum mantém-se e ainda faltam umas meias alças com vista para o Tejo.

Está por semanas a 1a flor de Eucalipto no Agreste e o início da campanha de 2019.

 

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

3 horas roubadas!

Hoje roubei 3 horas às abelhas para finalmente poder ir à Serra colher sabores.

Chovia miudinho, um pouco de vento, fenos macios e que permitem andar à gato sem restolhar. O dia ideal para dar início à minha época venatória! Hoje dia 11…1a semana depois de todos os outros. Algo que não importa mais, pois deixou de caçar o meu último companheiro que fazia esta mesma volta da Serra. Algo que me entristece um pouco e me deixa com o sentimento de “Último Moicano”.

Na minha volta há 4 bandos (felizmente). 3 deles conheço-os de gingeira.

São 13 no total as filhas de 2as perdizes e 1 só perdigão e que por adorar vê-las junto ao apiário têm salvo conduto. O outro bando da fonte que soma agora 8 elementos após perder o perdigão velho e o bando das 3 buracas que é também jeitoso mas que não sei quantas tem. O 4º não dou com elas há muito…não sei quantas são nem lhes conheço as manhas. Há mais um bando mas um pouco fora de rota, também ele de 9 elementos. De todas estas trarei 3 ou 4 comigo até fim de Novembro. Apenas e só as que como!

Assim, presentearam-me hoje com a chance de 2 doubles o bando da fonte e um bando de patos que saltou de uma das buracas. Falhei em ambas as vezes o 2º tiro.

Mesmo assim…vi uns 30 torcazes, 2 coelhos, o bando da fonte e os patos. Colhi isto e não consegui cobrar o coelho dentro do tojo. Um torcaz tocado e outro falhado…

20181011_164305

Foram 8Km de cheiros, memórias passadas e o sentimento de regressar ao meu Paraíso.

P.S. – Os núcleos que fiz com o Sr. João só levarão mais 2as doses de alimento. Estão soberbos!!

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Todos Convidados!!

Tal como é hábito, costumo oferecer anualmente uma formação gratuita. Este ano será no Agreste…e ainda se somam atividades, testemunhos e a vertente ambiental.

Espere que gostem do programa e apareçam!!

Ag18

 

P.S. – Quem quiser almoçar, paga logo à chegada para que no restaurante tudo esteja organizado como deve e os pagamentos fiquem certos a tempo e horas.

Publicado em Uncategorized | 5 Comentários