Em dia de chuva e frio, uma dedicatória ao Zé e ao Mário.

A apicultura anda de férias devido ao tempo, e por isso resolvi tomar um tempinho para dar umas achas sobre o assunto quente do momento.

1º – O Zé,

Todos sabemos que o Zé está de férias forçadas para os lados de Évora. Parece que trocou a metropolitana Paris por um vislumbre do templo de Diana. Gavo a sensata escolha.

Não sei se fez o que dizem, não sei se é inocente ou culpado. Sei que depois do fumo sem fim de um Freeport, de um país que acreditou nele (aqui me incluo no 1º mandato), de suspeitas em histórias de escutas, de possíveis trapalhadas já prescritas para os lados de Castelo Branco. O Zé tem levado vida faustosa, veste bem, fala ao coração quando quer, e nunca se poupa a nada.

Uma vénia à justiça, que para já está a meter em respeito os “donos disto tudo”, ex ministros, chefes máximos de pessoal mínimo, e ganha o respeito do “Zé Povinho”…enfim, o meu respeito…

2º – O Mário,

O Mário foi pai da democracia, lutou por ideais, foi nosso 1º, nosso Presidente! O Mário teve também rumores de ser amigo do Jonas da (UNITA), e da fama não se livra, da fama de que os brilhantes escorriam em malas diplomáticas.

Mas o Mário é respeitado por muitos, incluindo eu, e hoje o Mário foi visitar o seu amigo Zé. Axo muito bem que lhe vá dar uma palavra de conforto, que independentemente do que o Zé possa ter ou não ter feito, que continuem amigos.

Entendo que o Mário esteja velho, mas jamais entenderei que o Mário se ponha entre o Zé e a Justiça (como hoje ao almoço o vi fazer)! Que o Mário tenha essa prepotência que os ditadores que ajudou a derrubar tinham, e que o Mário faça essa triste figura. Pena tenho desta Democracia em que os políticos mais “elevados” protagonizam as cenas mais tristes do filme…

Seja o Mário ou o Zé!, há que respeitar a justiça, deixar que seja ela a provar se o Zé está bem lá por Évora ou se pode voltar a passear por Paris. Que a justiça funcione, e que nos prove que merecemos continuar a acreditar na Democracia, já que os políticos não o fazem.

Mário, bem sei que tenho idade de ser teu neto, mas não percas agora o respeito de todos, é que o prestígio demora muito a ser ganho, tal como a admiração…mas apenas 1 momento a ser perdido!

Habemus Democracia…VIVA a JUSTIÇA!!

Anúncios

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

4 respostas a Em dia de chuva e frio, uma dedicatória ao Zé e ao Mário.

  1. theworldbeside diz:

    eu o que vi foi um bando de abutres a importunar um idoso. Foi em Évora, perto da prisão…

  2. Oscar diz:

    A baixeza e vilania ética e moral destes justicialistas é o que de mais ignóbil conheço. Eu, o comentadeiro rasca, o José Sócrates, todos, absolutamente todos, num estado de direito democrático, somos inocentes até que uma qualquer sentença condenatória transite em julgado.
    Lembro o articulista assanhado que o nosso sistema judicial é fértil el casos falhados, é fértil em crimes sistemáticos, nomeadamente o de violação do segredo de justiça, pelo que seria de elementar prudência conter a mesquinhez e a habitual inveja que tanto afecta os portugueses e, ao que parece, a vida, ou aparência de vida de José Sócrates, desencadeia esse tão abjecto sentimento. Camões termina os Lusíadas com a “inveja”, “Sem à dita de Aquiles ter inveja”.
    Se é verdade que não prefiro os ladrões, não obstante tenho imensa dificuldade em confiar no nosso sistema judiciário.
    Inté

    • Óscar, aceito o seu comentário pois não tem injúrias a ninguém, except a mim, e faz parte da minha forma de cer aceitar críticas. Mas no meu caso, ainda acredito algo na justiça. Hoje foi condenado 1 ex político a 10 anos, juntamente com BPN’s, BPP’s, Salgado’s, Portucale’s, Sócrate’s, Casa Pia. Tanto fumo tem de ter algumas verdades atrás. Se o homem estiver inocente, far-se-à justiça. Mas certamente não está preso por ser santo!

  3. joao paulo diz:

    boa noite

    esse sr, idoso devia ter mais cuidado com o que diz, quanto mais não seja pelas responsabilidades que tem enquanto ex. presidente da R, e usufruir de todas a regalias e mordomias que o cargo lhe proporcionou, ele mesmo se deve ter arrependido do que disse veja-se só as declarações do dia seguinte, pois ficou muito mal só faltou elogiar Timor por ter expulsado juízes por investigar políticos, realmente quando se prendem criminosos de pé descalço ninguém reclama quando é os poderosos chega-se ao ponto de por em causa a justiça e a competência dos juízes,

    paulo monteiro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s