Excepção raínhas vírgens

Excepcionalmente vou vender raínhas vírgens, apenas e só porque ontem nasceu a minha filhota e não tenho tempo de lhes dar a atenção que necessitam durante os próximos 15 dias. (ESGOTADO)

Fotografia0362

Se houver interessados, devo ter umas 12 a 15 disponíveis a nascer dia 21/22Jan. São filhas da minha matriarca nascida em Maio de 2013 e importada por mim em Julho de 2013 e cujas irmãs já invernadas apresentaram 0% de perdas e me deram a 1a cresta de inverno na história da minha apicultura.

As realeiras são as da foto, e sim, esta é a fabulosa qualidade conseguida em pleno Inverno. 28 aceitações em 34 larvas de pick, células muito bem formadas e inclusivamente abri uma realeira para comprovar se a incubadora estava a cumprir a função.

Anúncios

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

16 respostas a Excepção raínhas vírgens

  1. joaquim pascoal diz:

    Boa tarde,
    podia enviar o seu contato para o meu mail para poder falar consigo sobre as rainhas que tem a mais.
    Cmps
    joaquimpascoal@gmail.com

  2. Jorge António Filipe diz:

    Boa tarde Sr. Afonso, por quanto vai vender cada rainha não fecundada? Sou de perto e posso ir ai buscar. Elas são bukfast?
    Obrigado

  3. Eduardo Gomes diz:

    Muitos parabéns aos novos papás!

    Afonso qual a técnica que sugeres para introduzir rainhas virgens? Estou a organizar as coisas para comprar cerca uma centena ao Kefuss e a introdução de uma virgem é aquela coisa… e de uma outra cepa não facilita as coisas.

  4. Olá Eduardo,
    Axo que não sou a pessoa mais qualificada em introducção de vírgens. Tive 1a experiência fantástica e outra péssima.
    O João Gomes talvez seja mais conhecedor do assunto. Sobretudo sendo em abelhas ibéricas. As amarelas se lhes dissermos que um amendoím é uma raínha elas acreditam…mas as nossas..uiui.
    Caso tenha mini-núcleos, fazer a introducção neles, partindo a patilha do candy só 24h depois. Ou à chagada dar CO2 a abelhas que tenham estado em paquete 24h e introduzi-las nos mini-núcleos directamente com as abelhas que estão adormecidas.

    Mas sempre durante o fluxo de néctar. Axo que isto tem grande importancia.

  5. joao paulo diz:

    parabéns Afonso pelo rebento e tudo de bom para ti e família

    paulo

  6. Obrigado a todos!! 🙂

  7. Eduardo Gomes diz:

    Obrigado Afonso. Vem confirmar e reforçar o que me têm dito. Os principais ingredientes, ou os mais consensuais são:
    — abelhas novas;
    — fluxo de néctar;
    — colocá-las em paquete durante cerca de dois dias numa divisão escura com alimento;
    — adormecê-las com CO2 ou NA na altura da introdução nos núcleos;
    — povoar os núcleos de fecundação com as abelhas adormecidas;
    — introduzir a rainha virgem lambuzada com algum mel no núcleo (assim não voa para as árvores);
    — alimentar as abelhas no núcleo de fecundação.

    Há apicultores norte-americanos que seguem este protocolo e que afirmam ter… 100% de aceitação.

  8. Pois há, e com abelhas menos racistas a coisa parece funcionar bem.
    O pior é a feromona das nossas e das Caucásicas. Mas sobretudo qualquer abelha de carácter nervoso em quadro.
    O NA e CO2 tem grande sucesso em introduções diretas para substituição de mestras em algumas zonas do globo. Mas as x tb falha redondamente.
    Nada chega a uma raínha fecundada que não esteja mais de 4h fora de colmeia. Aceitação quase imediata. E se forem raínhas irmãs ou da mesma linhagem dentro da raça…então é tirar uma e meter outra (com abelha amarela).

    😉

  9. Eduardo Gomes diz:

    Não tenho outra opção, não é verdade, senão ter de trabalhar com uma abelha de outra raça. Não conheço em Portugal ninguém a trabalhar de forma consistente para a selecção de abelhas resistentes à varroa para lhas poder comprar.

    O Kefuss não coloca tratamentos nas colmeias desde 1999. As taxas de mortalidade são iguais às dos apicultores que tratam. O homem tem tão pouca varroa nas suas colmeias que paga 20 000 € por quilo de varroa (se fosse varroa morta ainda dava uma ajuda). Aonde as coisas chegam! As abelhas dele são tão mansas que os chineses que têm as suas rainhas fazem o maneio sem máscara. A produção é igual às não-resistentes.

    Se não resultar paciência, mas se resultar o ganho vai ser enorme… vale a pena correr o risco na minha opinião. Deseja-me sorte!

  10. Eduardo…desejo muita sorte!
    E as raínhas que pegarem são um tesouro, e merecem que seja mantida uma linhagem através de inseminação, para que esse trabalho de selecção possa não ser diluido no tempo.
    Eu também tenho um Sr. que me arranja Buckies igualmente resistentes, mas já fecundadas e a preço acessível. Só que em termos de apuramento para produtividade e mansidão não me deixam entusiasmado devido à genética predominantemente Primorsky.
    Dentro de 2 anos já devo poder fazer o meu trabalho de casa nesse sentido, usando como doadoras de Zangão apenas as melhores(com menor infestação) de entre as mais produtivas do ano anterior. Mas sempre adquirindo as matriarcas como faço aos apicultores que podem dedicar toda a sua energia à selecção.

    Adoraria um dia ser eu a fazer esse trabalho, mas preciso de viabilidade financeira para pagar todo o equipamento necessário, e ter outras 2 mãos de muita confiança a poderem fazer o trabalho de campo afim de poder dedicar todo o afinco ao trabalho de minúcia que é avaliar uma base de 300 a 400 colmeias.

    Ou seja, teria de gerar 50 000eur/ano em raínhas (vender 2000R/ano) e outros 20 000 nos restantes produtos da colmeia que mesmo nao sendo o target, seriam sempre colhidos.
    Mas acredito plenamente que seria económicamente viável ao 3º ano.

  11. Elísio M. diz:

    Parabéns Afonso !
    A partir de agora as flores têm uma cor especial, os pássaros cantam mais alto, os voos são maiores , o sol brilha com uma nova força e as estrelas sorrirão pelo nascimento da sua filha. Felicidades.

    Seja bem vinda essa luz que acaba de nascer. E aos guardiões dessa luz …

    Parabéns !!!

  12. nuno diz:

    ola boa noite, gostaria de saber se pode ajudar mais a cerca de uso de co2 para adormecer as abelhas para fazer mini nucleos…gostaria de saber como se consegue e qual a quantidade de co2 mais adequada…gostava de aprender mais sobre este metodo mas nao consegui encontrar grande informaçao sobre o assunto!! desde ja um muito obrigado

    • Gostava de ajudar, mas não uso o sistema.
      Básicamente é fazer uma caixa mais ou menos estanque e abrir a garrafa até dormir tudo…cerca de 4 min. Mas não sou especialista! Prefiro muito mais molhar as abelhas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s