18 meses de purgatório…e…chegada ao céu!

É isso,

18 meses foi o tempo que demorou desde a submissão do meu projeto até ser chamado para assinar contrato PRODER.

Pelo meio o meu projeto perdeu-se 3x, foi preciso telefonar, enviar e-mail’s e “rezar uma novena!”. Não sou crente, e se o fosse hoje teria sido o primeiro milagre.

Agora é apanhar o comboio e ir assinar, depois esperar novamente mais algumas semanas para que os diretores coloquem no papel o seu “carapau”, e esperemos que chegue em Setembro o tão esperado apoio que me permitirá comprar o restante material.

Uufa lufa…tá quase!

Quanto a abelhas, hoje fechei novamente os capta-pólen. Yepp, as abelhas já gozam a tágueda, como manjar que se inicia.

Algumas heras estão bastante adiantadas também. Em Outubro estará tudo terminado.

Espera-se pois 2 semanas de pólen em crescendo…talvez até um pouco mais!

Dentro de uma dezena de dias, caso veja larvas de zangão, há-que armar a derradeira criadeira de realeiras de 2015.

Daí em diante os números deixarão o sinal + e passarão a negativos…é o forcing final até ao ciclo de ocaso, Nov – Dez – Jan…esperemos não trazer muita madeira para o armazém. Para já gosto do que vejo, e saiam as uvas das vinhas, que as varroas que se salvaram em Agosto hão-de sentir nova tormenta. Para já os estrados sanitários aparecem limpos, sem sinal delas…e vou tirar amostras já depois de amanhã, caso a vontade o permita.

Espero algo na ordem de 2% de infestação ou menos ainda. E se estiver por aí, por tais valores, aguentam perfeitamente 1 mês, antes de levarem com a ripa…para invernarem abaixo de 1% de taxa de infestação, e manter longe as viroses e os problemas sanitários.

🙂

Anúncios

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

5 respostas a 18 meses de purgatório…e…chegada ao céu!

  1. Parabéns Afonso. Pela minha parte ainda estou no purgatório, mas o meu começou em abril. Deixa-me perguntar-te se o tempo que levou o teu projeto a ser aprovado não se deveu à pausa entre quadros (falta de financiamento)? Não foi devido a isto? É que os projetos de quem tenho conhecimentos não levaram tanto tempo, mas foram submetidos em 2013. Um deles levou 4 meses e mesmo assim foi devido ao tempo de espera por declarações do parque natural da Serra de Estrela…

  2. Cristóvão, o meu tem sido uma desavergonhice. Eseve 3x perdido, uma das vezes foi indeferido porque quem o analisava saíu do posto que tinha e nao deu seguimento aos papéis que recebeu bem dentro do prazo. Depois demorou uns 4 meses a ser aprovada a reclamação, pois tinham aprovado o projeto com 20kg de produtividade em que só aprovaram uma mei alça que leva 10kg (e só foi depois de muita insistencia porque ninguém sabia dos papéis), ou seja, isto prova que quem aprova não é apicultor e se calhar nao faz idéia de como funciona a colmeia. Agora com tudo finalmente aprovado desde Maio, finalmente que hoje recebi a nova de que podia ir assinar contrato…quando o submeti tinha uns 60 enxames…agora quase 300. E não tenho mais porque precisava de material!!! Tive de vender 50 excelentes núcleos que chegavam para assinar o contrato amanhã e fechar o projeto no dia seguinte.

  3. Boa tarde a todos.
    Desde já parabéns por este blog muito interessante mesmo, em muito me tem ajudado.
    Tenho algumas duvidas relativamente aos projectos proder.
    Por exemplo para um pequeno investimento qual a quantidade mínima de colmeias a colocar?
    Os enxames entram para as despesas comparticipadas?
    O meu email e Joao_ simoesabelhas @ hotmail.com

    • Olá João!
      Quanto aos pequenos projectos, não tenho muita informação sobre quais as condições. Sei que chegam aos 20 mil euros, mas penso que não há um mínimo. No entanto se colocar um por menos de 5 mil euros, diria que toda a burocracia não lhe compensa o esforço, pois tem de esperar ainda e no final recebe 40% apenas do valor sem iva.

      Enxames entram ao que julgo no novo quadro apenas para o valor do prémio nos projectos de jovem agricultor. Mas não tenho absoluta certeza do que lhe digo neste ponto.

      Saudações,

      Afonso

      • Boa noite.
        Desde já obrigado Afonso pela sua colaboração.
        Pois estou a pensar aumentar o meu efectivo submetento um projecto proder.
        Infelizmente na minha área de residência a zona agraria não trabalha ao sábado pois pretendia obter informações acerca das condições destes pequenos investimentos.
        Sei que os mais fáceis de aprovar são os que contemplam um mínimo entre 250 a 300 colmeias tendo julgo eu 2 anos para atingir esse efectivo. Embora como existe uma produção superior a 300 kg de mel tenha que construir uma unidade para extração de mel.
        Neste momento possuo 28 colmeias lusitanas a operar iniciei esta actividade apenas com 6 enxames comprados efectuando desdobramentos.
        O meu receio de tal investimento em quantidades na ordem das 200 300 colmeias e o facto de não trabalhar no local onde possuo os apiários, deslocando me para os mesmos para efectuar manutenção de 15 em 15 dias dispondo de 3 dias para esta actividade até a data tem dado tudo certo.
        Agradecia aos mais experientes desta paixão e com sabedoria pois eu sou um mero aprendiz lol se me poderiam informar/esclarecer a minha ignorância acerca destes projectos possíveis no novo quadro.
        Obrigado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s