Pico de floração

Por estes dias atinge-se o pico da floração. Este ano cerca de 2 semanas mais tarde do que é habitual.

As primeiras silvas já abrem, e o cardo está no seu apogeu.

Os próximos 10 dias marcam o final dos meis claros, e portanto está dentro de 2 semanas na altura de fazer a primeira cresta. Já tenho inclusive alguns frascos de mel de trevo e laranjeira aqui em casa, que foram para a prova!!

 

Por zonas,

A Arrábida é o apiário que não dá nada…penso que apenas 1a colmeia dará uma meia alça. E apenas ali retiro alguns enxames e veneno. As colmeias que ainda lá deixei saem dentro de 1 mês, e só vou usar o local para o mel de medronho, trazendo-as para outros pastos mal o alecrim termine.

Rente ao Tejo o apiário que sofreu com as viroses cresceu. Ainda vai dar mais alguns desdobramentos. O outro está lindo, e com um forte fluxo parece encaminhado a ser um dos melhores apiários de producção.

Aqui na zona há os 2 que estraguei para povoar as caixas de fecundação e outros 2 cuja substituição de raínhas calhou no mau tempo. São 4 apiários que estão KO em termos de producção, mas que recuperam e começam a ficar bonitos novamente. Os 3 restantes estão bastante bons, com boa producção e bom fluxo, e sobretudo o carrascal e a Fonte Pipa…onde chega a haver colmeias com 5 meias alças e tudo práticamente cheio.

É pois tempo de estio, e de pausa!!

Dentro de dias há que preparar uma boa leva de realeiras para que todas as improdutivas que tenham 4Q ou mais de cria possam ser divididas e assim povoar cerca de 40 núcleos mais.

Já tenho bastantes raínhas fecundadas, mas não as quero usar até ter pelo menos 2 parques de mini-núcleos cheios! Pois só aí terei suficientes para usar todo um parque em proveito próprio, e o outro para continuar o aumento de efetivo.

Tenho de ir urgentemente buscar mais material para estrados e preparar tudo para o 2º parque. A ver se o consigo preparar já no fim deste mês, e aí será tempo de iniciar alimentação semanal aos mini-núcleos.Lá vou travar ainda uma épica luta com os formigueiros…que são agora fortes!, sendo um problema para a constituição de novas caixas mais fracas.

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

6 respostas a Pico de floração

  1. João Barros diz:

    Olá Afonso.
    Já experimentaste pôr borras de café à volta do local por onde as formigas sobem? Pode ser que funcione, aqui na horta funciona e as borras de café são de borla, basta pedir num café para não as deitarem para o lixo.
    Já sabes, se precisares de ajuda nessas novas montagens avisa que te ajudo com todo o gosto.
    Abraço,
    João Barros

  2. José Marques diz:

    Olá Afonso

    Na gestão dos apiários desejo que atinja os objectivos e o nível de estabilidade pretendidos e defina os nichos de comercialização mais rentáveis. Alguns insucessos ajudam nas conclusões , mas não podem ser muitos . Como dizem na política “cuidado com experimentalismos ! ”
    Quanto a remédios caseiros para as formigas tenho usado enxofre . Não as elimina , enfraquece-as e não é muito agressivo para a natureza . Aplicado em pó,junto às colmeias , não afecta as abelhas . Pode ” experimentar-se ” em escala reduzida .

    Saudações

  3. Obrigado José Marques!
    As coisas têm evoluido dentro do previsto. A ver vamos se no futuro assim continua!!

  4. Joana barros diz:

    Onde posso encomendar o mel que produz?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s