A esperar que nasçam…

Com esta caloraça que faz, tenho ido de madrugada encher os garrafões de alimento aos apiários, tendo já lá deixado cerca de 150Lt

Vou de calção e T-shirt e flip flop pois as abelhas já sabem que lhes vou dar comida e passados 5 min é uma doideira em torno do garrafão.

Entra pólen de chicória, repassagem, trovisco e cardo abelha. Aqui e ali algum de minho e Ligustrum.

Agora é esperar que esta cria fruto da estimulação nasça, mantendo as colmeias cheias de abelhas e sobretudo tendo bastantes campeiras na explosão de tágueda que não tardará a chegar. Falta pois cerca de 3 semanas para o que se espera ser o fim desta torradeira com poucas flores e o início da chegada do ouro de outono.

Até lá so irei alimentar as de Sul e espreitar as da vizinhança como sempre faço.

Tempo de terminar de derreter ceras, arrumos de armazém e assim que as temperaturas descam um pedaço ir passar mais mini-núcleos à caixa definitiva.

Talvez haja tempo de um babho de Mar!!

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

6 respostas a A esperar que nasçam…

  1. eusebio diz:

    boas Afonso e esta gente pensa que a vida de apicultor é estar á sombra que o trabalho aparece feito muitos deles baiam de ir tirar uma recruta duma semana contigo que pensavam logo que a apicultura para se ter alguma rentabilidade temos que nos mexermos um abraço e os meus parabéns porque quem te segue por este teu blogue fica logo a saber que tu entraste na apicultura não foi para atirar a toalha ao chão mais uma vês os meus parabéns

  2. Miguel Rodrigues diz:

    Olá Afonso
    Torradeira é favor nos meus poucos anos de apicultor nunca me tinha acontecido nada assim mas hoje tinha uma colmeia com mel a escorrer pela entrada achei super esquisito quando abri a colmeia tinha um favor todo derretido. Quando acontece disto no norte nem sei se quero imaginar no sul.
    Cumprimentos Miguel Rodrigues

  3. Olá Miguel e Eusébio! Um abraço a ambos…
    Irei fazer um post sobre as alterações climatéricas e influência delas sobre a apicultura. Só ainda nao foi pois é trabalhosa a compilação dos dados.

  4. eusebio diz:

    boas amigo eu cá espero estas enformações porque vindo de ti são muito importantes para a nossa apicultura porque não é fácil tu lidares com o trabalho durante o dia e á noite ainda teres este precioso bocadinho do teu tempo para escreveres parabéns um abraço

  5. Hugo diz:

    Como é esse alimentador de garrafão? Fiquei curioso e a pensar que seria um alimentador comunitário!!!

    Já agora coloca alguma protecção para proteger as colmeias do calor?
    Votos de bom trabalho.

  6. Aqui até hoje nunca precisei de protecção extra para o calor.
    Quanto ao garrafão é isso mesmo, um alimentador comunitário. Se elas tiverem alimento porque se dariam ao trabalho de roubar as vizinhas?! Bar aberto mesmo na hora do calor…
    Apenas há que nao ter vizinhos cheios de doenças nas imediações.
    Além de alimento serve de bebida e forte estímulo para a raínha devido ao movimento e alteração do humor da colmeia.
    Mas atenção que é preciso estar próximo de um fluxo de pólen e a colmeia ter reservas ou existir alguma entrada durante a madrugada…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s