Ai Sul Sul,

As minhas colmeias mais a Sul estão mais fracas que as do Litoral. Mas menos mal que apenas duas não resistiram ao verão e agora estão a aproveitar a tágueda para crescer, com as 1as margoriças a florirem, mas ainda muito atrasadas para poderem dar mel de sopetão.

O Eucalipto já ali se propunha a abrir no ano passado por esta altura, está este ano atrasadíssimo e a talvez 50 dias de distância de ser fonte de néctar e pólen.

Assim retiro mais algumas lições de Sul. Há que ir lá estimular bastante logo no meio de Agosto, e serão precisos pelo menos 5litros de estimulante por colmeia.

Tenho também de lhes tirar mais mel dos ninhos…pois reservas eram demais por causa do muitocardo asnil.

 

Ainda a Sul, visitei as colmeias de um amigo,

14569609_1206443886067981_1448673001_n

E colmeias tratadas alguns dias atrás com amitraz estavam assim após o levantamento do tratamento. Há dúvidas ainda de que já há varroas resistentes ao amitraz?

Conclusão…resta-lhe os bio!! Fórmico e Timol…

É pois uma questão de tempo até a resistênciase espalhar…e ou nos autorizam a muito breve prazo o AluenCap…ou a coisa fica bem negra para boa parte dos apicultores.

Resta dizer que esta amostra foi retirada aleatóriamente de 3 colmeias, e as mais de 130 varroas estavam em cerca de 200 abelhas.

Este cenário far-me-á antecipar em cerca de 30 dias a data prevista para tratar as minhas, tal a proximidade de apenas 5Km. Lições e sustos…

Anúncios

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

9 respostas a Ai Sul Sul,

  1. apibeiras diz:

    Sobre a resistência ao Fluvinato, já há certezas há anos, muito por causa do Klartan, e depois do Apistan, claro… Esta história já é bem conhecida…

    Sobre o Amitraz, com o uso de um famoso “Acadrex”, do Apivar de um modo mais oficial, entretanto com o Apitraz mais recentemente, era de se prever. Pois há apicultores que não usam outro princípio ativo já há vários anos, muito por causa das associações estarem constantemente a “dar” o mesmo medicamento (mesmo tipo). Do Apivar mudaram para o Apitraz 😦

    Este drama como o referes está só no início. A história vai repetir-se, tal como aconteceu com o Fluvinato 😦

    • É essa mesmo a minha opinião,
      É questão de tempo, e muito fenómeno de resistência aparece primeiramente como erro de análise e pensamento de que foi reinfestação.
      Neste caso, claramente é resistência em 3 das colmeias do apiário.
      Há apicultores que vão com 30 ciclos ou mais dele consecutivamente.
      Com o fluvalinato/flumetrina o fenómeno é mais rápido devido à forma como a resistência se forma.
      Se a resistência a este princípio ativo se generaliza, será um grande berbicacho…e que nos acudam os orgânicos e bom maneio.

      • apibeiras diz:

        Pois esqueci-me do Flumetrina (do Bayvarol). Com esse aí até tenho uma história que merece uma esplanada com umas birras 😉

  2. Dinis Martins diz:

    Boa noite, eu que tenho colmeias que herdei do meu Pai, tenho poucas e pouco tempo, disponível, para apicultura, mas nas horas vagas lei muito sobre o assunto. Tenho tentado fazer tratamento com dois princípios activos diferentes. Pois o Apistan aqui também não funciona, estou a falar do interior do Algarve, Alte. O melhor é o principio activo amitraz, mas eu que sou um pequeno aprendiz, estou muito preocupado. Pois os apicultores profissionais da região são adversos a mudanças, em conversa sobre a resistência, eles não acreditam e não fazem força em utilizarem dois de tratamento.

  3. Eduardo diz:

    Cada vez existem mais advercidades para as abelhas!
    Aki na minha zona estão a aparecer as velotinas mas ainda em pouca quantidade, em breve serão uma praga!!

  4. Bernardino diz:

    olá Pessoal
    Em relação ao amitraz, para mim, tem sido a minha bomba relógio, é uma limpeza.
    Este ano fiz o tratamento em Junho, com Apivar, e tenho as minhas colmeias limpas. prontas para o eucalipto.( só faço dois tratamentos por ano)
    Quanto abelhas, aqui na minha zona já arrancaram, é dos poucos anos em que vejo que estão fortes.Também é verdade que optei por outro tipo de maneio e alimentação.
    O problema aqui é outro, essa maldita vespa. já me fez estragos, enquanto foi de ferias destruíram vinte enxames.
    Já não sei mais o que fazer, embora a quantidade de vespas diminuíram muito nesta ultima semana, desceram as temperatura. será?
    Utilizei armadilhas com fígado, vinho branco, cerveja, groselha, agua de demolhar bacalhau, etc, etc. Pouco ou nada valeu.
    Tenho perdido algumas horas a jogar badminton, com elas, mas a verdade é que mato cem e nascem milhares, temos que apostar, mais entre Fevereiro e Maio, colocando armadilhas com líquidos açucarados. pois cada, que apanharmos nessa época, é menos um ninho que se forma.
    Abraço.

  5. José Marques diz:

    Olá Bernardino

    Compreendo a sua real preocupação e acompanho os seus esforços, que têm que ser colectivos.
    À falta de melhor, temos que insistir nas armadilhas. Eu,ainda, sou crente na mistura de groselha, cerveja e vinho branco. O vinho branco serve para anular o doce da groselha e desincentivar as abelhas . Penso que se usar líquidos açucarados vai atrair as abelhas, avolumando a calamidade.
    Saudações e bons resultados

  6. Bernardino diz:

    Olá José
    Em relação ao líquidos açucarados, tenho prova em contrario.
    No sábado que passou, deixeis dois francos, de kg com resto de mel, esperando que as abelhas os limpassem, para meu espanto, quando cheguei a casa a noite, um tinha dez e o outro doze vespas.
    Vou tornar a repetir, para ter a certeza que resulta. se tiver tempo voltarei para dar resultados.
    Obs. tenho um amigo que utilizou glucose com groselha e que tivera bom resultado.
    Abraços.

  7. Miguel Rodrigues diz:

    Olá colegas retirar as rampas de voo poupa algumas abelhas pois elas entram diretas na colmeia e as vespas não poisam nas rampas para as apanhar. Cumprimentos a todos Miguel Rodrigues

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s