Volta a Portugal em Apicultura…Etape de Mirandela!

A Volta a Portugal em Apicultura está de regresso!

Desta vez foi uma longa etape de 20h de viagem que me levou por terras de Transmontanas! Uma enorme aventura em que com o companheiro Milton embarcou também e nos levou por profundos montes e vales, encostas do Douro, e mesmo até 2Km da fronteira com Espanha. Entre um Marão coberto de Branco e Soutos de Castanheiros pintados de cores outonais. Por Olovais sem fim e lindos Socalcos do Douro Vinhateiro.

Foram 1000 Km de Aventura, em modo de trabalho! Foram 19h ao volante e um dia belo e desgastante. Chuva, Neve e Sol!

Também hoje, neste post se inicia uma nova rúbrica, com entrevista a apicultores e empresários apícolas, numa versão nova e mais jornalística para dar a conhecer a todos o nosso setor por dentro. Esta Rúbrica chamar-se-á “5 perguntas a:

Assim, apresento o “Mel Santa Maria” , pertinho de Mirandela, uma empresa apícola cujas condições de trabalho são do melhor que vi.

img_2964

Ali, pude conhecer o Dr. Rui Batista, que entrevistei para o Abelhasdoagreste

1 – Mel de Santa Maria…quem é?

R: Empresa recente, desde 2014 para agregar a actividade apícola que até aí era em nome individual desde 2000 afim de enquadrar o aumento das producções, surgindo assim a MSM. A marca Mel de Santa Maria existe há cerca de 22 anos.

2 – Apicultura Transmontana, que presente e que futuro?

R: O Presente é promissor.Quanto ao futuro não sou otimista, por considerar que os pessimistas são optimistas esclarecidos. Vejo muitas pessoas ligadas a esta atividade que na opinião que tenho não têm formação científica a qual é cada vez mais necessária, visto que me recordo de há 22 anos a esta parte de uma apicultura quase sem tratamentos. Essas pessoas sem conhecimentos acabam por prejudicar os verdadeiros profissionais que estão a trabalhar.

3 – O que dizer a quem se inicia na atividade?

R: Como em qualquer atividade as pessoas devem fazê-lo com gosto e não por necessidade, mas isso não chega! é necessário que existam os tais conhecimentos. É uma atividade muito volátil, e hoje podes ter 1000 colmeias…amanhã nenhuma!

img_0776

4 – Fragilidades do setor, especialmente em Trás os Montes?

R: Muitas! Para já a Vespa Velutina, havendo inclusivamente já armadilhas colocadas pela direcção geral e pelo município para detecção da evolução e monitorização da chegadas das mesmas, já por mim avistadas regularmente aqui.

5 – Colmeias Espanholas nesta zona? problema ou oportunidade? quantas e onde?

R: São Milhares de colmeias, mas para já mais na zona de Mogadouro, no Nordeste Transmontano. São dedicadas ao pólen e poderão ser um problema se eles continuarem a invadir o território com mais colmeias e mais para o interior.

Houve nesta épica viagem ainda uma passagem pelo Amilcar Morgado em Freineda…mas não havia nem tempo nem energia para mais trabalho bloger!! No entanto prometo da próxima vez colocar nova visita nesta noss “Volta a Portugal”

P.S. – Já dias 10 de Dezembro nova etape!! ligará o Minho ao Alto Alentejo na ADERAVIS

Anúncios

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

4 respostas a Volta a Portugal em Apicultura…Etape de Mirandela!

  1. jspp diz:

    O Amílcar Morgado é em Freineda!!!

  2. jspp…pois é, tinha escrito o nome da terra errada. É isso, Freneida ali logo apos vilar formoso.

  3. Albertino Nobre diz:

    Bom dia,

    Grande confusão!!!

    Creio que o nome correto é Freineda.

    Cumprimentos Afonso

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s