Texugagem!

Em 12 anos de apicultura nunca um texugo se havia metido comigo…e foi preciso esperar todos estes anos para que no mesmo ano e em 2 apiários distantes quase 3km eles se tenham resolvido a deixar a minhocagem e caracolagem para se virarem às abelhas, cria e mel.

Hoje era mini-núcleos espalhados por todo o lado, quadros arrastados mato adentro, núcleos tombados e até telhados de colmeia tirados.

Fora estes contratempos…, tudo continua bem!

Os primeiros núcleos em cartão povoados estão já em cima da carrinha para serem hoje entregues.

e é isto que levarão…4Q de cria e 1Q de cria e reservas.

Embora eu use Lusitano, fazer núcleos Reversível ou de qualquer outro modelo nunca é problema!

Depois fui abrir uma colmeia que me pareceu querer alças, e como tinha 2as alças sobrantes de ontem em cima da carrinha, fui-me a ela.

Fotografia0697

Eis os 2 primeiros quadros que denomino como 9 e 10…

Este é o motivo pelo qual raínhas jovens, de qualidade e sem tendência a enxamear são tão importantes!!

Num local com tão fraco fluxo como este, esta arrisca-se sériamente a 5 alças cheias, apesar do ano seco e falta de flores da zona. É a única forma de poder fazer apicultura nestes cabeços e ainda produzir algo que pague as contas e me deixe um salário decente.

Anúncios

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

11 respostas a Texugagem!

  1. José Marques diz:

    Olá Afonso

    Não perca ânimo, nem força, nem coragem !
    Não tenho procuração, mas pergunto-lhe porque acusa os texugos ?
    – Viu-os ? contaram-lhe ? ouviu – os ?
    Eu, à falta de provas, apontava o dedo aos javalís :
    – Porque, também gostam de minhocas e caracois !
    – Porque são mais invasores e possantes !
    – e Porque gosto mais dos texugos !

    Saudações

  2. Há carril, pegadas, locas e os buracos que fazem a escavar minhocas. Só os vejo quando vou ao apiário de noite. Nesta altura as texugas têm seguramente pequenotes que vão amamentar e precisam de proteína que as larvas podem fornecer. Infelizmente a minha acusação é válida, visto que no outro apiário apareceu o malfeitor mesmo à minha frente. Tb gosto dos texugos…aqui há imensos desde que deixou de haver bixeiros.

  3. José Marques diz:

    Olá Afonso
    Sem esquecer as abelhas, venho confessar que também gosto muito dos javalís .
    Nas minhas redondezas há um restaurante que serve ensopado de javali .Quando lá vou, nunca falho .
    Gostava de lhe dar um remédio para os texugos , sem ser a espingarda . Acredito que alguém tenha e divulgue.
    Saudações

    • Carlos Figueiras diz:

      Olá Afonso.
      Dizes que não é problema para ti produzires núcleos de reversível.
      Quanto é que custa cada núcleo para reversível? Ainda tens núcleos disponíveis?
      As tuas linhagens aguentam bem os 40 graus do Alentejo?
      Quero substituir as minhas ibéricas pelas tuas linhagens, já me disseram que por vezes é muito difícil, qual é o método que aconselhas?

      Abraço!

  4. Olá Carlos, terei núcleos disponíveis de Outono, e sem dúvida que núcleo é a melhor forma de começar, pois não há riscos na introducção das raínhas. O problema delas não é o calor nem o frio!! lol Só não produzem de jeito no Eucalipto, pois coincide com o seu período biológico de reclusão. De resto, pelo menos na Arrábida aguentaram o verão bem melhor que as pretas, e as que tenho no Alentejo estão na 3a alça e sem sintomas de quererem abalar. Houvesse humidade e produziriam uma bela colheita!

    • Carlos Figueiras diz:

      E as rainhas quando tens disponíveis, visto que ainda tenho poucas colmeias ibéricas e sempre é melhor começar agora a tentar coverte las, e quanto custam?
      E os núcleos quanto custam, para eu ter uma noção de quantos é que ei de encomendar.

      • Carlos, há sempre teimosos…mas não te aconselho a converter Ibéricas em outra coisa, pois perderás diversas. Mais vale venderes os núcleos e com esse dinheiro começar como deve de ser, sem riscos nem perdas. Os núcleos de outono são mais baratos sempre, a 55 mais a troca de quadros e cera. Se forem muitos faço a 50. A abelha é diferente…mas o preço é igual!

  5. Miguel Rodrigues diz:

    Olá Afonso
    Não tendo nada a ver com este post mas que me parece bastante útil a partilha da minha acidental experiência
    No dia 26 de Março introduzi virgeyns nos mini nucleos uma ficou fechada na gaiola dia 9 de Abril fui verificar os mini nucleos é que dei por isso libertei a pensando que a tinha “perdido” mas não hoje fui ver já está a pôr À males que vêm por bem
    Cumprimentos Miguel Rodrigues

    • Carlos Figueiras diz:

      Ok Afonso. Então para o Outono quero 4 núcleos.

      Outra questão: A partir de quantas colmeias é que consideras haver condições para que uma zona esteja saturada de zangões para que não hajam rainhas cruzadas com as ibéricas? é que depois tenho receio que quando fizer desdobramentos elas acasalem com zangões ibéricos e que depois como se custuma dizer , seja pior a emenda que o soneto.
      Abraço!

  6. Carlos, vou pedir-te que me envies e-mail, assim respondo e marco na agenda. Pode ser?

    Abraço!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s