Amitraz!

Fazendo uma pausa no AbelhasPeloMundo,

Venho relatar a contínua série de e-mails e telefonemas ou sms que recebo a cada verão, relatando a falta de eficássia quer das mezinhas caseiras quer do homologado “medicamento” Apivar.

Assim, e enquanto o laboratório continuar a emitir estudos que afirmam eficássia acima de 90%, a realidade bate à porta dos apicultores com as amostras de abelhas a confirmarem muitas vezes 10 a 15% de varroa após o tratamento de verão.

Ao que sei o laboratório nada diz sobre as condições de aplicação. Portanto deveria ser eficaz sobre qualquer condição climatérica.

Na realidade isso não acontece, e segundo um estudo da maior revista Alemã da especialidade, a média de eficássia do dito produto “Apivar” está a rondar os 84% segundo os seus testes independentes.

A minha suspeita é de que qualquer produto à base de Amitraz apresenta má eficássia sob tempo quente e com pouca humidade, e que com as condições do nosso verão essa eficienci é muitas vezes nula.

Assim, como conselho deixo a seguinte informação, que é a cópia do que informo os meus formandos;

– Usar amitraz quer seja em mezinha ou em produto homologado apenas quando o tempo está frio, colocando uma tira no centro do bolo de abelhas, naqueles dias em que a geada venha a ocorrer. O produto funciona por contacto, as abelhas estão bem juntas e a tira no centro da massa de abelhas fica junto à pouca cria existente. O produto volatiliza menos e portanto não se drgrada, há mais chance de matar a varroa. (Isto é uma opinião).

– Às 3 semanas de tratamento tirar amostras (se a varroa se mantiver alta é porque há resistência e é melhor começar a procurar alternativas antes mesmo das 8 semanas cumpridas)

P.S. – Este 2017 vi uma varroa a caminhar felizmente em cima de uma tira de um dos produtos homologados que eu havia aplicado 2as semanas antes. Algo que a deveria ter paralisado imediatamente. A resistência está a caminho…na minha opinião, e por mais que os laboratórios o neguem…negarão até ao limite.

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

2 respostas a Amitraz!

  1. Dinis Martins diz:

    Boa tarde, dentro do pouco tempo que vou tendo para Apicultura. Em 2016 tratei 30 colmeias com Apivar após a cresta sensivelmente em 15 de Agosto, perdi nesse ano 5 colmeias das mais forte logo nas três semanas seguinte. Posso dizer que só fiz um único tratamento, tratei de fazer corte de zangão no inicio do ano, pelo que me tem constado até agora só perdi uma única colmeia e um desdobramento dessa colmeia. Pela pouca experiência pratica que vou tendo, acho importante tratar cedo no entanto aqui no Algarve, tem que se ter muita atenção as temperaturas, acho que acima de 35º nada é eficaz, a nível de tratamento. Agora acho que as temperaturas altas dentro da colmeia com entrada reduzida ajuda as abelhas nos controle da verroa. Boas Férias, tudo de bom.

  2. Pedro Dinis diz:

    Este ano tratei todas (15) com Apivar, quando tirar o tratamento e fizer o teste deixo ao feedback, realmente não caiu muita varroa, mas tb fiz muitos desdobramentos e corte de zangão nas mais fortes. Não aparentam sinais externos de varroa, mas tb não lhes vou mexer agora, já chega o stress da velutina. Mas estão fortes, pois preenchem a entrada das colmeias para se defenderem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s