Varroa, última parte!

Em enormes conversas apícolas que tenho mantido com criadores de abelhas de diversas partes do Mundo, a abordagem à varroa parece caminhar no mesmo sentido mas por diferentes caminhos.

Numa coisa a maioria está de acordo, e esse acordo passa por entender que só é possível fixar caractéres resistentes através de um pool genético semi-fechado, com avaliação local e producção local (isto nada tem que ver com raça da abelha), tem sim que ver com pouca inferência de genes exteriores ao do grupo que está a ser seleccionado.

Algum grau de variabilidade é necessário, mas é preciso notar que todo o trabalho pode sofrer um enorme revés se um apicultor transumante colocar um grande apiário dentro da zona de semi-isolamento.

Assim, trabalho sério necessita de algum grau de isolamento…a isto não se pode fugir!

Por outro lado, o trabalho tem de assentar em pilares simples e ao alcance de qualquer pessoa, tenha ela a escola Primária apenas ou seja Doutorada. Afim de ser inclusiva e não deixar ninguém de fora…

Por último lugar, abelhas com forte resistência à varroa sob um tipo de clima, podem não exibir essa característica sob outra condição climatológica. Isto porque, se atentarmos em trabalhos como o do Sr. Lunden, vemos que mesmo numa dada zona, basta a alteração do número de ciclos de cria ser diferente pela climatologia e o instável equilíbrio é perdido.

Concordo muito com a abordagem do Sr. Randy, de que não é necessário deixar as obreiras ficarem doentes, pois com monitorização (por mais cara que esta seja), é sempre mais barato monitorizar do que perder mais colónias e gastar dinheiro desnecessário em tratamentos, quando estes não são necessários. Ou pior…eles já serem necessários e nós estarmos à espera de uma data que pelos vistos não se adequa à climatologia desse ano.

Assim, a maioria dos apicultores tendo até 50 colmeias, têm sem se aperceber um importante papel na apicultura. São eles muitas vezes os mais àvidos por aprender, e por colocarem em prática estas soluções, pois não lhes ocupa demasiado tempo.

Deixo assim um guia prático para estes apicultores:

Material – Pioneses Brancos e Pioneses Vermelhos

Método – Numerar as suas colmeias, e começar por a cada 2 meses (coincidindo com as visitas), retirar amostra de cerca de 100 ml de abelhas (quadro de cria aberta ou quadro de pólen imediatamente após a cria) e que são colocadas num frasco de 1kg de mel que vem de casa meio de àgua com 1a gota de detergente da loiça. Cada frasco tem o mesmo número da colmeia. Na primeira visita marcam-se as raínhas (alguma que não se encontre marca-se na visita seguinte)

Todas as colmeias fracas levam pionés vermelho, todas as colmeias fortes levam pionés branco.

Em casa avaliam-se numa folha A4 a % de varroa ( Varroas x 100 )/número de abelhas = Percentagem de infestação.

No final do ano faz-se um simples gráfico, e só as colmeias sempre identificadas a branco em cada visita e que tenham um crescimento de varroa a baixo da média serão usadas como reprodutoras.

Um método fácil e ao alcance de todos…

 

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

5 respostas a Varroa, última parte!

  1. Filipe rafael diz:

    Boa noite, sou apicultor com menos 50 colmeias e já na agricultura que pratico não gosto de utilizar químicos só ultimo recurso. Tenho seguido o blog sempre que possível e estes temas apresentados são talvez os mais pertinentes, seleção colmeias/rainhas e varroa.
    Sendo apicultor iniciado e não tendo qualquer plano de tratamento, a Não ser aplicar os produtos homologados conforme intuição própria.
    Gostava de iniciar o plano acima descrito e tenho algumas duvidas básicas
    Colmeia fraco ou forte?
    Como retirar 100ml de abelhas ? Corta se um bocado dos alvéolos com cria abertos
    Cps

  2. Também quero abelhas assim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s