Do Sonho à Obra!

Não sou Peça nem Pessoa,

Nem Luís Vaz de Camões,

Tendo algo de Bocage,

São as Abelhas o meu Pois.

 

Os sonhos são isso mesmo, quando num dia o corpo cansado aproveita o sol de Primavera. Pede uma pausa, e sem vento, encostado a uma parede a cabeça se enrosca em 1000 pensamentos.

Horas depois acorda o corpo, e sentamo-nos a fazer contas, a projetar o que a cabeça nos ditou naqueles maravilhosos momentos de descanso.

Fazes as contas, e os projetos…não acreditas e refazes tudo de novo!

Começas, tens vitórias e derrotas. Aprendes mais, e mais. Continuas..refazes as contas, re-defines objetivos. Aprendes mais!

Os anos passam, o sonho começa a tomar forma.

Exif_JPEG_420

O resultado está pois à vista. O Sonho tomou forma, e como sonho não tem dimensão…podes duplicá-lo

Exif_JPEG_420

Triplicá-lo…ou mesmo Quadruplicá-lo!

Exif_JPEG_420

A família ajudou…os amigos ajudaram…por vezes até São Pedro ajuda!

O Suor escorreu pelo rosto vezes sem fim, os músculos das pernas e dos braços doem de uma forma que já nem sabes o que é o quê.

O corpo sente-se cansado, é de novo Primavera! Sentas-te ao sol, a cabeça encosta-se a uma parede…e adormeces.

Começa tudo novamente.

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s