A varroa e o apicultor!

Esta é uma história sobre um pequeno àcaro vermelho e sobre um apicultor confiante!

Assim, num início de um qualquer Agosto, o confiante apicultor encontra as suas abelhas cheias de cria. Olha-lhes para as asas e nem sinal de asas deformadas. Há ainda uns cantos com 200 ou 300 zangãos a serem criados em cada colmeia, geralmente em 2 ou 3Q.

O homem cresta, vai de férias todo contente e pensa em tratar a varroa lá para Setembro no seu regresso. O que pode correr mal com as caixas cheias de abelhas!! Nada.. pensa ele todo satizfeito.

Matemática da coisa:

Colmeias com 4% de infestação e 6Q de cria, ninho cheio e meia alça (colmeia reversível)

4% de 40 000 abelhas significa 1600 Varroas

Cria de Zangão presente, significa o triplo das varroas dentro de 30 dias ou seja, aproximadamente 4800 varroas.

Portanto, o apicultor confiante vai de férias, e regressa a 15 de Agosto. Ainda pensa em ir comprar o acaricida à Associação, mas sem pressas, afinal as colmeias estavam lindas apenas 3 semanas antes!! Nada pode correr mal…ainda pensa é em ir tirar aquela meia alça que não estava selada.

Entretanto uma semana de calor na 1a ou 2a semana de Agosto fez a raínha travar a postura para 3Q de cria apenas, cada qual com cerca de 3500 operárias a serem maturadas.

Isto equivale a dizer que 4800 varroas se vão reproduzir em 10.500 operárias. A taxa de infestação de cria sobe a pique para quase 50%. O enxame continua forte e aparentemente saudável, fruto da muita cria do ciclo anterior ter entretanto nascido.

O nosso apicultor confiante trata os seus fortes e aparentemente saudáveis enxames sem se aperceber do que se está a passar com a próxima geração. Em que uma já de si reduzida quantidade de obreiras por nascer (10 000) que deveriam assegurar o arranque de outono, estão cerca de metade (4800) completamente afetadas por vírus e muito enfraquecidas, pois todas as varroas que se encontram na colmeia se irão reproduzir nessa cria. Coincide essa altura com a morte das abelhas de verão, e o enxame encolhe a olhos vistos de dia para dia.

O Varroacida até pode ser moderadamente eficaz, e atuará todo o final de Agosto e Setembro. Mas supondo 85% de eficássia (visão realista), a matemática volta a ser intensa:

85% de 4800 varroas significa que se o enxame sobreviver ao Final de Agosto e Início de Setembro, contará ainda assim com cerca de 700 varroas, que agora se distribuem por menos de 10 000 abelhas (as 5000 saudáveis do último ciclo de cria + algumas velhas abelhas de verão que ainda não morreram). Portanto mesmo assim uma taxa de 7% num enxame que luta pela vida e precisa desesperadamente de ganhar tracção populacional para sobreviver ao Inverno.

Parte dos enxames do apicultor confiante irão colapsar, outros irão safar-se para morrerem mais tarde no final do Inverno, quando outro ciclo de contracção de cria ocorrer, visto que o remanescente total de varroa foi alto e irão passar 2 ciclos de cria…de 700 para 1400 e no ciclo seguinte para 2800 varroas (provável colapso de fim de Inverno).

O apicultor confiante não irá entender o que se passou, pois afinal ele tratou como vem nos livros. E assim perderá boa parte do seu efetivo, por ser demasiadamente confiante e não querer entender a importância de tratar cedo e com níveis de varroa baixos!

P.S. – Sr Apicultor, o seu ativo não é o mel que está na colmeia! É sim os seus enxames que lá vivem. Entenda isto! Ou vai andar ano após ano a repôr efetivo e a gastar a energia a dividir e re-dividir, e apanhar enxames. Quando o que precisa é de entender a dinâmica populacional dos seus enxames e da varroa.

Fica o AVISO!

 

Anúncios

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

19 respostas a A varroa e o apicultor!

  1. Eduardo diz:

    Eu queria fazer a cresta para tratar da varroa mas ainda ñ opercularam tudo mas o mel ja esta maduro pk ñ pinga ja ñ ha entrada de nectar! Afonso poderei fazer a cresta?

  2. creste! Se tiver humidade mete numa casa 2 dias com dehumidificador

  3. Jorge diz:

    Tenho o mesmo problema, colmeias muito atrasadas no mel (interior do pais), mas estou com muito receio da varroa lá mais para a frente….será que uma unica aplicação de formico nesta altura ia adulterar o mel?…é que sempre baixava um pouco a percentagem do acaro..

  4. João Oliveira diz:

    O problema é esse que já foi dito, o mel ainda não está operculado, e será praticável retirar a humidade através de um desumidificador? E como? Na alça e só depois crestar ou fazer só depois de estar nos bidons?
    Se tratar com Thymovar é melhor meter uma alça vazia por cima do ninho para o ar circular e o tratamento ser mais eficaz certo?

    • apibeiras diz:

      Cuidado com Thymovar/Apiguard e outros com Timol, pois as temperaturas estão altas, e nem a alça vazia ajuda muito – “Não morre da doença, morre da cura…”. Antes de tomar qualquer decisão, verifique a taxa de infestação. Existem muitos métodos; familiarize-se com um e utilize-o. Até bem pouco tempo eu estava com taxa abaixo dos 0.1% e estava quase decidido em não efetuar o tratamento de cresta. No entanto, com o nascimento de muita cria no último mês, nas últimas amostras estou com um taxa média de 1%. Vou então aplicar um tratamento e antecipar um pouco a cresta.

      Em relação à humidade, faça uma verificação total entre mel operculado ou não operculado. Se estiver acima dos 75% operculado, pode crestar sem riscos.

      Boas crestas.

      • João Oliveira diz:

        O ultimo teste à varroa que fiz tinha 3% de infestação (a amostragem foi em 4 colmeias de um total de 20), fiz a recolha das abelhas e depois a lavagem em agua com detergente. Este teste foi feito dia 16-07.
        Só uso tratamentos homologados (para já a minha experiência não me permite outras aventuras), será então melhor usar um químico…?!

        Em relação à humidade, o problema é que a 16-07, ainda não tinha 50% do mel operculado…neste caso, terei que aguardar até esse mínimo de 75%…?

      • Quem não tem experiencia com timol ou fórmico deve 1º aprender…e depois começar o seu uso paulatino. Aqui com 27ºC está excelente para os bio.

      • apibeiras diz:

        Envie-me um contacto para conversar. Há muitas variáveis e não posso aqui sugerir todas as opções sem fazer um testamento…

  5. apibeiras diz:

    Para quem quer perceber, talvez um dos teus melhores artigos até hoje… Bom trabalho. Até breve.

  6. apibeiras diz:

    Republicou isto em APIBEIRAS and commented:
    Não podia descrever melhor. Vejam também os comentários…

  7. Eduardo diz:

    Afonso lembrom de a uns tempos compraxt um sistema de gps para guardar as colmeias! Funciona bem?

  8. Eduardo diz:

    Mas um kit so da para uma colmeia certo?

  9. Daniel Silva diz:

    Boas,
    quando estava a ler parecia que em vez de ler apicultor confiante lia Daniel
    este ano fiz igual ao ano anterior com diferença de uma semana, crestei e tratei com fórmico e reservei três colmeias fortes já tratadas para receberem os quadros não operculado, agora ficam a faltar mais dois tratamentos(5 Agosto ultimo) e venha a tagueda e depois o mel de Era que eu gosto tanto, o ano passado fiz, Fevereiro timol depois corte de zângão, Julho fórmico Novembro timol, tive 0 baixas por varroa, em 28 enxames.
    Todos os apicultores deviam de ler este texto que o Afonso escreveu pelo menos uma vez por semana, obrigado Afonso.

  10. Jorge diz:

    Bom, depois de ler atentamente todos os comentarios/sugestões, e porque na apicultura nada é exato; Vou crestar na ultima semana de agosto!.. ( caso fizesse agora 1 formico, também só poderia crestar lá para setembro…e no imediato os tais 3 tratamentos que manda o bom senso, o que atrasaria bastante um ou outro desdobramento que pretendo fazer…e assim também a sua taxa de sucesso)

    Mas, continuo a dizer: na minha zona, este ano, crestar mesmo no fim de agosto…é cedo!

    Obrigado e boas crestas

    JG

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s