Negócio apícola – Cadeia de custos

Gosto muito de me sentar a fazer as contas sobre o quanto custa cada ano da minha atividade. Não sendo picuinhas ao ponto de colocar cada café nem aquele par de luvas fixe ou a ida a naquele dia aquele sítio. Pois ser demasiado picuinhas nas contas não compensa o tempo perdido a contabilizá-las.

Assim proponho um exercício de contas simples, e que não englobam o investimento. Contas anuais…

Contabilidade em nome individual – 600Eur

Seguros – Viatura+Armazém+RespCivil da atividade+Acidentes trabalho – 1500Eur

Diesel – 2500Eur

Viatura – manutenção + iuc+inspecção – 900 Eur

Custos Operacionais – Eletricidade+Agua+Gás+Roupa+desgaste de maquinas (motosserra e roçadora+extras – 2 400 Eur

Alimento Para colmeias – 1kg de pasta+2kg de xarope – 2,50/colmeia*400 – 1 000Eur

Tratamento homologado via Pan + 1 homologado – 4 * 400 – 1 600Eur

Para despesas extra de diversos não equacionados – 1 000 Eur

Vamos em 11 500 euros se não me atraiçoam as contas de cabeça…

O que falta aqui!;

Amortização de investimento, renovação do parque de madeiras, renovação de viaturas, manutenção de armazém… suponhamos 4 000eur a guardar anualmente para quando a dolorosa chegar!!

Total…quer produzas ou não, quer contabilizes esta última parcela ou decidas empurrar com a barriga para diante e andar uns anos de olhos fechados. Saíram do bolso 15.500 eur para manter apenas a porta aberta.

Portanto nunca se esqueçam da última parcela…

Com as alterações climáticas nada será como dantes! E ainda havendo paraísos no interior Alentejano ou numa ou outra zona favorecida, a verdade não é essa.

Numa zona vulgar, as expectativas de médias a 10 anos superiores a 10kg/caixa Invernada em condições são uma falácia…e diria que sem transumar a searas, é bom apontar para esse número.

É que cada vez que alguém que nada sabe de abelhas me liga a pensar em 500 caixas…fico bastante nervoso!!

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

3 respostas a Negócio apícola – Cadeia de custos

  1. Hugo Caldeira diz:

    Ora aqui está um pensamento muito realista e oportuno para quem quer projectos pensar com os pés bem assentes na terra. Uma média de 10 kg por colmeia num futuro muito próximo seria muito bom, mas temo que será bem menor para quem praticar apicultura em modo tradicional. As alterações climáticas já começaram….

  2. Eduardo diz:

    Eu na minha opinião a maioria das pessoas pensa k a apicultura da rendimento sem trabalho!
    E dps o resultado ja todos sabemos!
    O problema a juntar a isso é estar dependente do clima

  3. Luís Estevão diz:

    Afonso, este post é de extrema importância, na realidade apícola que vivemos em Portugal, concordo com o que expos e vem desmistificar que a apicultura é uma atividade de grande rentabilidade e pouco trabalho.
    As alterações climáticas estão ai, a varroa continuará ai, a vespa está ai, os incêndios continuaram ai, não será um caminho fácil.
    O apicultor que tem até 50 60 colmeias, não tem estes custos, tem as colmeias no “jardim”, perto de casa (não fez investimento especifico para a atividade e não faz as contas, nem precisa), mas consegue vender o mel bem vendido, a familiares e amigos.
    As explorações de média dimensão de 50 a 300/400 colmeias tem os problemas que referiu e a rentabilidade (lucro ou só ter um salário do seu trabalho) não é fácil.
    O caminho passará por explorações empresariais maiores, agrupamento de 2/3 apicultores, não tenho certezas, fica a reflexão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s