A hora da pasta!

O estio afinal sempre chegou, pese embora sem a intensidade de anos maus, e com uma flor aqui outra acolá.

As temperaturas exigem às abelhas a busca incessante de flores que não existem. E o vento em dias como o de hoje causa muitas percas de campeiras.

Assim, os núcleos que ficaram com raínha e feitos em Outubro, são os beneficiados, pois as reservas destes são o oposto da sua câmara de cria em expansão, e cujas larvas pedem alto gasto energético.

Para já será apenas 1kg de pasta a cada um. Focando-me nos apiários sem eucalipto nem medronho. É que as nespreiras estão atrasadas.

As novas raínhas tb já põem…lindonas e limpinhas de varroa.

Abelhas com menos de 1% de varroa são colmeias sem stress por parasita no tempo frio em que o enxame precisa de sossego e aquietação.

A Sul a margoriça deve estar em alta…e com temperatura e sol suficiente para promover crescimento e até mel nas alças em Alcochete.

Porreiro!! Venha de lá uma chuvada…seguida de uma semanita de acalmia  😉

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s