As diferenças!!

No seguinte vídeo, tento explicar (apesar do lapso quanto ao ano), um dos pontos para os quais selecciono. No caso a produtividade de pólen e mel.

Por outro lado a escolha de matriarcas tem de ser feita com uma avaliação bem mais criteriosa do que apenas um simples fator.

No meu caso tento eliminar fatores pontuais e a valorizar fatores contínuos, ou seja, na minha opinião e dando o exemplo do pólen, colmeias que produzem extremos de pólen  ou picos de producção enormes que decaem rápidamente…são em geral péssimas noutros aspetos como sejam o mel.

As colónias interessantes são as que se revelam acima da média por longos períodos, com capacidade de subirem às alças e melarem, boa organização de cria, manutenção de + de 7Q de cria, não sejam exageradas produtoras de zangão, tenham cria saudável…enfim, vamos pré-marcando e depois vamos retirando os galões às que não cumprem critérios, até se ficar com umas 8 ou 9 vedetas. E recomeçamos tudo de novo no ano seguinte…

Gosto de mostrar em vídeo alguns dos fatores visíveis, para que se veja que o trabalho é real, é feito com algum cuidado e tem em conta fatores produtivos e de rendimento.

Mas nunca é demais relembrar que todo este trabalho é em vão se:

A fecundação for má, ou se os zangãos forem poucos e não competirem realmente entre si, se o transporte for feito em condições de temperatura elevada.

Claro que quando não há realeiras ou fecundadas, nenhum apicultor deixe de fazer desdobramentos…ou não deva deixar de os fazer por isso…se os souber fazer com o tal fator de felicidade, e sempre que possível aproveitando a característica genética que adoro…Raínhas que tenham mestreiros de substituição!! Uma característica valiosa que nos permite ter raínhas jovens e valiosas em modo “SCUT”…sem custos para o utilizador.

Daí que o fator de “Felicidade” dos apiários de fecundação seja extremamente importante, e que tenha optado por neles ter apenas matriarcas como doadoras de zangão, ou suas descendentes diretas.

(foto abaixo em que os núcleos estão com elevado factor de felicidade – pólen e néctar)

20190528_111829

Talvez alguns de voçês me axem um pouco doido. Mas não vou entrar em doutrinas apenas porque os livros ou o negócio mandam.

 

 

Sobre abelhasdoagreste

Jovem, apicultor apaixonado e que comercializa inovação apícola.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s